Oráculo


P
ergunta

------Mensagem original-----
De: Alexandre <alexandre30@ieg.com.br>
Para: Sigma Society <sigma.2000@sti.com.br>
Data: Sábado, 3 de Junho de 2000 22:06
Assunto: Olha isto:
Oi Melão, tudo bom?
Segue abaixo texto, para responder em 10 minutos as seguintes perguntas:
1. O que eram as gemas?
2. Quem era o herói?
3. Quem eram as três irmãs?
4. Quem eram as criaturas aladas?
"... Com gemas para financiá-lo, nosso herói desafiou valentemente todos os risos desdenhosos que tentaram dissuadi-lo do seu plano."Os olhos enganam" disse ele. "um ovo e não uma mesa tipificam corretamente esse espaço inexplorado".
Então, as três irmãs, fortes e resolutas saíram a procura de provasm abrindo caminho, às vezes através de imensidões tranquilas, mas amiúde vencendo vales e picos turbulentos. Os dias se tornaram semanas, enquanto os indecisos espalhavam rumores apavorantes a respeito da beira. Finalmente, sem saber de onde, criaturas aladas e bem vindas apareceram anunciando um sucesso prodigioso..."
Melão, se você achar interessante me avise. eu recebi isso em um seminário que participei. Vou receber o nome da autora esta semana. O texto acima está sem título, porém se não conseguir resolver eu mando, e aí você achará a resposta na hora.É interessante.
um abração e até mais.
Alexandre Mendes

Resposta

Oi Alexandre!  
 
Tudo bem?  
  
Gostei muito do problema!! Mas existem alguns detalhes que me parecem inadequados. Na época de Colombo a maior parte dos eruditos acreditava na esfericidade da Terra. Já no século III a.C., Eratóstenes obteve para a circunferência do nosso planeta a extensão de 252.000 stadia = 42.000km, isto é bem próximo do valor correto: 40.075km no equador (40.008km no caso de um meridiano). Mas na época de Colombo os cartógrafos adotavam o valor obtido por Possidônio, no século I a.C., de 29.000km, que eles julgavam mais exato, porque o método adotado era mais preciso. A descrição dos métodos pode ser facilmente encontrada na Net (um dos textos mais cuidadosos é http://athena.mat.ufrgs.br/~portosil/erath.html). 
           O caminho até as Índias tinha 23.500km, se percorrendo a costa da África, e partindo disso e do valor determinado por Possidônio para a circunferência da Terra, Colombo fez um monte de cálculos errados, desprezando latitudes e trajetórias, e, apenas usando linhas retas, ele calculou que viajando em sentido oposto chegaria às Índias depois de percorrer 5.500km (29.000km - 23,500km), quando na verdade a distância correta, considerando as latitudes das Índias e da Espanha e também as trajetórias, era de 15.000km. Portanto, a parte que diz "um ovo e não uma mesa tipificam corretamente esse espaço inexplorado" não representa a verdade. Os cartógrafos da época tinham razão quando discordavam de Colombo sobre os cálculos dele, que de fato eram errados. Não zombavam dele por julgar que a Terra fosse redonda, pois desde a antiga Grécia se sabia que a Terra é aproximadamente esférica e se sabia até o seu tamanho. O principal motivo da zombaria é que em seus cálculos Colombo considerava o contorno da África como uma linha reta. :-\  
Seguem algumas representações da Terra na época de Colombo.  

 

 
.:: Sigma Society ::.
  Topo
Todos os direitos reservados